Rua Caldas Novas, 105 - São Paulo-SP 11 3911-2307 11 97544-2982

Incineração e coprocessamento de resíduos industriais Produto

Incineração e coprocessamento de resíduos industriais Produto

A Novo Horizonte Ambiental disponibiliza serviço de gestão de resíduos, desde a coleta e transporte de resíduos aos processos de incineração e coprocessamento de resíduos industriais, oferecendo uma boa estrutura de profissionais e equipamentos, assegurando a qualidade do serviço realizado, permitindo o desenvolvimento saudável da empresa, com foco na preservação do meio ambiente. O coprocessamento de resíduos industriais consiste no tratamento de resíduos industriais, líquidos, sólidos e pastosos através da destruição térmica dos resíduos em fornos de cimento. Esse processo é utilizado em fornos de clinquerização das indústrias de cimento, onde - em altas temperaturas - os resíduos são aproveitados como energia alternativa para os fornos, em substituição aos combustíveis fósseis ou matéria-prima e são destruídos de forma eficiente e segura.

A incineração e coprocessamento de resíduos industriais são formas de destinação final ambientalmente adequadas de resíduos. Tais processos permitem à empresa evitar diversos prejuízos e gastos, além de evitar que os resíduos gerados por ela proporcionem prejuízos ao meio ambiente.

Diferença entre incineração e coprocessamento de resíduos industriais

O coprocessamento de resíduos industriais consiste na queima dos resíduos industriais através de forno apropriado, onde se promove o reaproveitamento de grandes volumes de resíduos industriais como fonte de energia ou matéria-prima, sem geração de passivos ambientais em aterros sanitários.

No Brasil, é proibido coprocessar substâncias tóxicas, como lixo urbano, resíduos radioativos e hospitalares em fornos de cimento.

Benefícios em realizar coprocessamento de resíduos industriais: recuperar a energia relacionada à combustão de resíduos; reduzir o consumo de combustíveis fósseis; reduzir os reais custos com cimento, já que o coprocessamento de resíduos industriais é um método seguro que utiliza material descartado para processos de fabricação de cimento. Ou seja, o coprocessamento de resíduos industriais faz o uso destes resíduos para substituir combustíveis que são utilizados para abastecimento do forno que, durante o processo de fabricação do cimento, transforma argila e calcário em clínquer. A qualidade do cimento não é alterada pelo coprocessamento de resíduos industriais.

A incineração de resíduos industriais é um processo de tratamento térmico de resíduos, que promove a combustão e destruição de resíduos industriais alterando sua natureza física, química e biológica. O calor gerado pode ou não ser aproveitado como forma de produção de energia elétrica e vapor. A incineração de resíduos industriais pode ser feita para a destruição de resíduos das indústrias farmacêuticas, alimentícias, de embalagens, entre outras, assim como, drogas e entorpecentes, resíduos hospitalares e de serviços de saúde, de centros de zoonoses, laboratórios de análises clínicas e ração animal. O processo oferece uma efetiva destruição de resíduos, eliminando seus componentes tóxicos.

A incineração de resíduos industriais é um processo seguro, pois, transforma o resíduo em cinzas inertizadas, que posteriormente serão descartadas em aterro sanitário licenciado, além dos gases, que após serem gerados pela queima, são tratados em processos como lavagem de gases e filtros contendo carvão ativado, sendo a chaminé constantemente monitorada.

Gestão de resíduos industriais através de incineração e coprocessamento

Conforme a Polícia Nacional de Resíduos Sólidos, Lei nº 12.305/2010, a destinação adequada para os resíduos deve incluir a reutilização, a reciclagem, a compostagem, a recuperação e o aproveitamento energético ou outras destinações admitidas pelos órgãos competentes. Neste cenário, todas as empresas devem conter o documento que apresenta qual deve ser o gerenciamento adequado para os resíduos - Plano de Gerenciamento de Resíduos Sólidos – PGRS. Sendo assim, cabe ao responsável pela área de Meio Ambiente ou Empresa de coleta e tratamento de efluentes contratada, indicar o Coprocessamento de resíduos como alternativa para o resíduo gerado no local e apresentar empresas para a realização do serviço.

Para incineração e coprocessamento de resíduos industriais, é fundamental promover ações seguras, desde a Coleta de Resíduos Industriais, logística de Transporte de Resíduos Industriais, para que os resíduos cheguem em condições ideais para incineração e coprocessamento. Ou seja, os resíduos industriais deverão ter acondicionamento, transporte, tratamento e destinação final adequados, atendendo as normas aplicáveis da Associação Brasileira de Normas Técnicas (ABNT) e as condições estabelecidas pelos demais órgãos competentes.


Solicite um orçamento

Whatsapp Novo